Filmes

O Grande Gatsby

Olha, fazia muito tempo que não ia ao cinema. O último foi Amor, só pra vcs verem quanto tempo foi, haha. Meus amigos me chamaram pra assistir O Grande Gatsby, que até então, nem sabia da existencia desse filme. Perguntei aos meus amigos da faculdade, porque eu sempre confio no ótimo gosto deles (exceto pelo filme de 7 horas haha) e eles não se animaram muito quando falei. Ou seja, fui numa expectativa zero. Ia assistir o trailer, mas fiquei com preguiça, então fui só pela vontade de ir ao cinema mesmo.

Roda aí a sinopse (gente, morro de preguiça de escrever..também não tenho uma boa interpretação de texto, enfim, haha): “Nick Carraway (Tobey Maguire) tinha um grande fascínio por seu vizinho, o misterioso Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio). Após ser convidado pelo milionário para uma festa incrível, o relacionamento de ambos torna-se uma forte amizade. Quando Nick descobre que seu amigo tem uma antiga paixão por sua prima Daisy Buchanan (Carey Mulligan), ele resolve reaproximar os dois, esquecendo o fato dela ser casada com seu velho amigo dos tempos de faculdade, o também endinheirado Tom Buchanan (Joel Edgerton). Agora, o conflito está armado e as consequências serão trágicas.”

Olha só, Tobey Maguire, quanto tempo não assisto um filme com ele? Aliás, não sei porque eu via ele e morria de saudades do Ewan Mcgregor, SAUDADES, EWAN! <3 Também fazia tempo que não assistia um filme com Leonardo DiCaprio, e sim, eu sei que ele fez muitos filmes recentemente, mas o último que vi dele foi Inception (bom, por sinal). E não lembrava que eu gostava tanto dele como ator.

A história em si não me surpreendeu tanto, mas olha, meus amigos não gostam, mas eu pelo menos comecei a gostar mais ainda do diretor. Baz Luhrmanné o mesmo do Romeu e Julieta (com Leo DiCaprio e a Claira Danes) e Moulin Rouge. Imagina ele criando uma festa? Todo mundo ia pirar. E as festas do Gasby me lembraram muito as do Moulin Rouge, e também aquela cena da festa do Romeu e Julieta, aquele tipo bem insano, cheio de glamour, show, e coisas iluminadas, que todo mundo quer estar.

Achei os figurinos lindos, todos da Prada (informação blog de moda, rs), o cenário e a fotografia maravilhosa. Gosto desses filmes que passam entre os anos 20 a 50, gosto do tom das cores, gosto do jeito que as pessoas se vestem, falam, acho tudo elegante e meu sonho sempre foi viver nesses tempos, hehe.

Olha, eu achei também o filme muito comprido, quase 2h30, totalmente desnecessário, na boa, podia ter cortado várias cenas que ia ficar muito bom.

Ah, esqueci de uma coisa apaixonante: a trilha sonora. QUE.TRILHA.SENSACIONAL. Ele pegou músicas atuais, transformou numa melodia antiga e combinou com o filme que passa nos anos 20. Me lembrei muito do L’apollonide, que fez a mesma coisa em várias cenas (na verdade ele não transformou a música, e sim colocou uma música atual e combinou com um filme que se passa em outra época.)

Enfim, recomendo muito, mas sem criar muitas expectativas.

O-Grande-Gatsby-26abr2013-02 O-Grande-Gatsby-26abr2013-06 O-Grande-Gatsby-26abr2013-07 O-Grande-Gatsby-26abr2013-09

E o trailer:

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s